segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Dia Mundial e Nacional da Osteoporose

Imagem: Brasil Escola
Conscientizar a população sobre as formas de combate à doença. Esse é o principal objetivo do Dia Mundial e Nacional da Osteoporose, comemorado dia 20 de outubro. Instituído em 1996, pela Sociedade Britânica de Osteoporose e adotado pela International Osteoporosis Foundation em 1997, o dia é focado na conscientização da população sobre a prevenção à doença. Todos os anos, instituições ligadas à IOF e organismos nacionais, como o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Cardiologia, realizam eventos para comemorar o Dia Mundial da Osteoporose e instruir as pessoas no combate à doença.
A osteoporose é uma doença caracterizada pela diminuição da massa óssea, com conseqüente enfraquecimento e fragilidade do osso e maior possibilidade de fraturas, mesmo após pequenas quedas e traumas. As estatísticas comprovam o quão sério é o problema: uma em cada quatro mulheres, após a menopausa, têm osteoporose e uma a cada cinco mulheres que já tiveram fratura sofrerão outra fatura, em menos de um ano. No Brasil, mais de 10 milhões de pessoas têm a doença e, no mundo, esse número chega a 200 milhões.

A boa notícia é que a osteoporose pode ser prevenida e tratada com excelentes resultados. “A osteoporose pode ser diagnosticada, com precisão e precocemente, através de um exame de fácil realização, indolor e de alta precisão chamado densitrometria óssea. Enquanto com o raio-x somente podemos detectar a osteoporose quando já há perda de 30% da massa óssea, com esse exame podemos detectá-la quando há perda de menos de 1%. E detectada precocemente, podemos tratá-la com êxito”, explica o reumatologista do CREBCentro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – Dr. Eduardo Sadigurschi.

Muitas vezes, a osteoporose se manifesta clinicamente através de fraturas. Dores e diminuição de altura, entretanto, também podem estar associadas à doença. Segundo o reumatologista do CREB, os principais fatores de risco da doença são: ser mulher; ter pele e/ou olhos claros; ser baixa e/ou magra; quem não toma leite ou ingira pouco alimento com cálcio; quem não faz exercício físico; quem toma pouco sol; quem tem parente com a doença; quem sofre de asma (bronquite), artrite ou alergia; fumantes; quem bebe muito café e bebida alcoólica; quem tem menopausa precoce por cirurgia ou não; quem usa antiácidos, anticonvulsivantes, certos diuréticos, heparina e/ou corticóides; e quem tem problema de tiróide.

O tratamento, explica o Dr. Eduardo, deve ser orientado com um programa completo. “Os hormônios podem ter um papel muito importante na reconstrução e na prevenção da perda da massa óssea. Assim, a reposição hormonal pode ser realizada com hormônios similares aos naturais ou por fitoterapia”, afirma o médico. O Dr. Eduardo recomenda que mulheres adultas pratiquem uma dieta de 1000 mg de cálcio por dia. “Quando há risco de osteoporose, sugerimos uma dieta com 1500 mg de cálcio diários. Entre os alimentos ricos em cálcio estão o leite, iogurte natural com pouca gordura, queijo ricota, queijo suíço, queijo provolone e até sorvete cremoso de baunilha. Outras fontes secundárias de cálcio são sardinha, ostras, ervilhas, couve e brócolis”, diz ele, que ensina uma importante dica: “a casca do ovo é composta em quase 100% de carbonato de cálcio. Sugerimos aos nossos pacientes lavar a casca do ovo, colocar no forno em alta temperatura, com a finalidade de buscar uma melhor higienização. Depois, pegue essa casca e a triture muito bem até ficar muito fina. Coloque uma colher de chá ao dia desse material na comida misturada e você terá aí os 1.500 mg ao dia de cálcio necessários em sua dieta”, explica.


 INFORNATUS



sábado, 18 de outubro de 2014

Agulhinha Frita

Agulhinha Frita
Ingredientes:

12 agulhinhas limpas
2 dentes de alho amassados
Suco de 2 limões
Sal à gosto

Para Empanar:
Farinha de trigo

Para Fritar:
Óleo

Modo de Preparar:

Tempere o peixe com sal, o alho e o limão. Passe pela farinha de trigo e frite no óleo quente até dourar dos dois lados. Sirva logo. Rendimento: 4 porções       
                                                                            
Fonte : Culinária Nacional
 INFORNATUS




quinta-feira, 16 de outubro de 2014

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Dia do Professor (música: Ao Mestre Com Carinho)



Homenagem Infornatus a um dos Profissionais mais discriminados hoje pela Política Nacional, Profissional esse que só é citado hoje infelizmente em período Eleitoral, pela maioria dos candidatos a cargos eletivos, buscando na maioria das vezes confundir a opinião pública, expressando um falso sentimento de preocupação com a educação nacional, e que durante os outros quatro anos é Pressionado e Humilhado das mais diversas formas. Parabéns aos PROFESSORES de todo Brasil!

 INFORNATUS




terça-feira, 7 de outubro de 2014

Lista de Problemas Sobre Volume e Capacidade


Clique na Lista Faça o Download e divirta-se com esses Problemas Para alunos do 6º Ano do Ensino Fundamental

 INFORNATUS




segunda-feira, 6 de outubro de 2014

A Política Nacional


Ao final do 1º turno das eleições nacionais, observamos fatos e situações que servem de exemplo e de contraexemplo para a nossa vida, situações merecedoras de questionamentos, e que devem ser motivos de debates em toda a nossa sociedade, com o objetivo exclusivo de adaptar os melhores exemplos a nossa vida diária, e de corrigir os maus exemplos. Pois é dessa forma que devemos tratar momentos como esse de grande repercussão nacional, adaptando bons exemplos para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.


O primeiro ponto que nos chamou a atenção foi referente ao uso do celular, ou de qualquer outro equipamento desse tipo que possa ser usado para fazer os chamados “selfie” dentro das seções eleitorais, esse tipo de atitude foi proibido pela justiça eleitoral, qualquer cidadão que ousasse a descumprir seria exemplarmente punido podendo ser preso e passar de 2 a 3 anos de reclusão. Quanto a essa lei e esse fato acho justo principalmente por conta dos vários prejuízos eleitorais que podem ser causados, porém fico indignado quando sinto a ausência dessa autoridade dentro das escolas públicas quanto ao uso dos celulares em plena aula, atrapalhando o bom andamento da mesma, e danificando de forma permanente o futuro daqueles que serão inclusive o futuro político da nação. Além das várias hipocrisias que os professores têm de aguentar daqueles que se dizem especialistas em educação, que querem que os professores adaptem suas aulas a esse tipo de situação, diante de alguns alunos que não respeitam nem mesmo os próprios responsáveis. Se isso é possível para os professores, por que então esses “especialistas” não propõem que as leis sejam adaptadas a permitir então que os eleitores possam utilizar esses equipamentos na hora do voto? Ou melhor, por que ainda não pensaram em diminuir as filas nas seções eleitorais, projetando a atual tecnologia que existe no País, e que serve de referência para o mundo hoje facilitando a vida do cidadão, fazendo com que ele possa votar em casa através do celular ou qualquer outro equipamento dessa natureza? Os vários discursos de melhoria e investimentos na educação foram exaustivamente debatidos por todos os candidatos, a população que votou depositou a sua confiança nas suas preferências eleitorais, espera agora o pós-eleição o que será que vai acontecer agora?


Outro ponto que merece ser debatido e discutido no âmbito de nossa sociedade é a inclusão da disciplina “Política Nacional” nas escolas, principalmente as públicas, no sentido de esclarecer as futuras gerações quais são as reais atribuições dos vários cargos eletivos de nosso País, pois diante das várias promessas e tentativas de confundir a opinião pública por parte de alguns candidatos nos guias eleitorais, ficou bem claro a falta de conhecimento das atribuições dos mesmos, o que de forma paralela leva a população a tomar decisões confusas, diante das várias promessas vagas de alguns candidatos. Outro fato que podemos observar nesse período eleitoral foi à dinâmica das obras públicas que aconteceram principalmente no nosso estado, o que realmente foi ótimo para a população, no entanto gostaríamos que essa dinâmica fosse permanente independentemente do governo ou denominação política, ou então que possamos ter eleições todos os anos, para que a população possa continuar com essa fartura de obras e serviços. A falta de opções que mereçam a confiança dos eleitores, e a falta de conhecimento das atribuições dos candidatos, infelizmente motiva parte dos eleitores a votar como torcedores ou a comercializar o próprio voto, o que deve ser reprimido pela justiça com rigor.


 INFORNATUS




sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Arroz ao Forno com Bacalhau

Arroz ao Forno com Bacalhau
Ingredientes:

700 gramas de lascas de bacalhau dessalgada
1 e ½  Xícara de (chá) de arroz
½ Xícara de (chá) de azeitona verde picada
½ Xícara de (chá) de caldo de legumes
½ Xícara de (chá) de molho de tomate
4 Xícara de (chá) de água
2 Colheres de (sopa) de salsa picada
4 Colheres de (sopa) de azeite
3 Colheres de (sopa) de óleo
100 gramas de mussarela fatiada
2 tomates sem pele e sementes
2 dentes de alho picados
Sal e pimenta a gosto
1 cebola picada

Modo de Preparar:

Em uma panela, aqueça o óleo, refogue a cebola e o arroz. Adicione a água e cozinhe o arroz até ficar no ponto. Reserve. Em uma panela, aqueça o azeite, doure o alho e refogue o tomate até começar a desmanchar. Junte o caldo de legumes, o molho de tomate e deixe levantar fervura. Adicione o bacalhau, a azeitona e cozinhe no fogo brando por 5 minutos. Coloque a pimenta e se necessário o sal. Misture o arroz, polvilhe a salsa e coloque em um refratário. Cubra com a mussarela e polvilhe o queijo parmesão. Leve ao forno preaquecido a 220ºC até derreter os queijos e dourar. Sirva em seguida.

Rendimento: 8 porções

Fonte: Culinária Nacional

 INFORNATUS




Nota de Esclarecimento

Olá.

O Brasil Escola tomou ciência que algumas pessoas estão se passando por funcionários da empresa para vender cursos em escolas de vários estados. Caso isso aconteça em sua escola, por favor nos avise através do e-mail atendimento@redeomnia.com. O Brasil Escola não vende cursos e tampouco possui funcionários fora do escritório, que fica em Goiânia/GO. 

Pedimos que compartilhem essa postagem com seus amigos, diminuindo assim a possibilidade de mais pessoas caírem nesse golpe. 


 
 INFORNATUS



quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Momento Decisivo



A população Brasileira vive agora os últimos momentos que antecedem o pleito eleitoral nos quatro cantos do País, depois de ter suportado por praticamente quase trinta longos dias de lavagem cerebral, proporcionado pelos inúmeros candidatos a deputado estadual e federal, dos candidatos a senador e dos pretensos governadores, sem falar nos candidatos a presidente da republica, que se utilizaram de propagandas e horários “GRATUITOS”, nada gratuitos para o povo Brasileiro na realidade, Praticando as mais variadas formas de ataques aos adversários, e de soluções mirabolantes para resolver todos os problemas que ora a população sofre, tentando de forma incansável desviar, iludir e confundir a opinião pública. Onde os atuais querem mais uma chance, e a oposição tenta mostrar que só eles possuem a fórmula mágica.


O tempo que deveria ser utilizado para mostrar propostas, e planos de governo passou a ser utilizado de forma nada discreta, para atacar denegrir e tentar iludir a opinião pública das mais variadas formas possíveis e inimagináveis, candidatos novatos que aparecem do nada na política, prometendo trazer inovações e empenho junto com soluções inovadoras, que somente eles acham que possuem e que aliados aos chamados “dinossauros” da política nacional, que vivem sempre desse momento, e são conhecidos também como “políticos profissionais”, devido às diversas eleições disputadas e dos diversos cargos eleitorais, nos quais os mesmos já assumiram, e sempre deixaram muito a desejar com relação aos benefícios que a população almeja sempre, continuam a aparecer com as velhas e antigas conversas, dizendo que agora é o momento e que dessa vez vai ser diferente, são algumas das situações que nós povo Brasileiro tivemos que passar até agora, diante dessas e das várias outras situações, como os apadrinhamentos e coligações que se formam no intuito de juntos montarem a fórmula que ira resolver todos os problemas do governo, mas que após alguns anos rompem e grandes segredos de falcatruas e irregularidades praticadas pelos mesmos, tornam-se “cartuchos” de ataque eleitoral de uns contra os outros, que até então faziam parte de uma mesma união, eleita pelo povo para solucionar os atuais problemas. 


Esses candidatos deveriam ser tratados quando eleitos, como todo trabalhador Brasileiro que tem que se submeter a um período de avaliação chamado “período de experiência”, ou “período probatório”, quando se trata de um cargo público, deveria sim ser proclamado por decreto no Brasil, algo parecido dentro da política nacional, estipulando um prazo mínimo para aqueles candidatos quando eleitos, realizarem 70% do plano proposto pelo mesmo em período de campanha, tudo isso protocolado e supervisionado pelo poder judiciário, sendo o mesmo condicionado a perca do mandato caso não cumpra com o estabelecido por lei, assumindo o segundo lugar devendo também obedecer aos mesmos critérios ou será submetido às mesmas penalidades. A quantidade de Partidos políticos deve sim ser reduzida, no sentido de acabar com as várias coligações que quando investigadas a fundo não passam de verdadeiras máfias de corrupção e desvios de verbas públicas.


Esse momento apesar da falta de opções sérias e merecidas de créditos por nós cidadãos Brasileiros, merece ser bem pensada e analisada antes de depositarmos a nossa confiança nas opções que somos obrigados a escolher, mesmo que futuramente tenhamos que renovar as nossas opções. É imprescindível que o voto de torcedor e o voto comprado percam espaço agora, ou daqui a um ou dois anos continuaremos com os mesmos problemas seculares e as mesmas reclamações sobre corrupção, falta de segurança, impunidade e a falta de leis sérias e objetivas. Espero que esses problemas sejam lembrados por cada um dos eleitores naquele momento decisivo e de tão grande importância para cada um de nós, ou seja, vote com consciência e lembre-se de nossa atual e secular realidade.


 INFORNATUS