sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Zika Vírus : O Que é e Quais os Sintomas?

Aedes aegypti

O Zika vírus é transmito aos humanos através de picadas do inseto Aedes Aegypti, que geralmente picam ao final da tarde e à noite.O vírus pode passar de mãe para filho durante a gravidez provocando um grave doença chamada microcefalia, e também através da relação sexual com pessoas que estejam com a doença. Além disso, também existe a suspeita de que o Zika possa ser transmitido através do leite materno, fazendo com que o bebê desenvolva os sintomas de Zika e também através da saliva, mas estas hipóteses não estão confirmadas e parecem ser muito raras.

Se estiver grávida ou amamentando fale com o médico e siga todas as suas orientações. Veja como a Zika pode afetar a gravidez.O Zika vírus é da mesma família dos causadores da Dengue e da Febre Chikungunya, causando sintomas semelhantes, porém menos intensos, mas suas consequências podem ser muito graves.

Os sintomas do Zika vírus incluem febre, dor nas articulações e músculos, além de conjuntivite e manchas vermelhas na pele. A doença é transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, e os sintomas normalmente surgem 10 dias após a picada.
O Zika vírus não é contagioso, e por isso não passa de uma pessoa para outra. A única forma de pegar esta doença é sendo picado pelo mosquito. No entanto, se um mosquito que não tem o Zika vírus picar uma pessoa que está com Zika, ele é contaminado e começa a passar a doença para outras pessoas através de sua picada.

Confira todos os sintomas para saber se está com Zika vírus

 

Os sintomas do Zika vírus são semelhantes aos da Dengue, porém, o Zika vírus é mais fraco e por isso, os sintomas são mais leves e desaparecem entre 4 a 7 dias, porém é importante ir ao médico para confirmar se realmente está com Zika.

Inicialmente, os sintomas podem ser confundidos com uma simples gripe, provocando:
  • Febre, entre 37,8°C e 38,5°C;
  • Dor nas articulações, principalmente das mãos e pés;
  • Dor nos músculos do corpo;
  • Dor de cabeça, que se localiza principalmente atrás dos olhos;
  • Conjuntivite, que é uma inflamação do olho e que provoca cor avermelhada dos olhos, sensação de picada que leva a lacrimejar, inchaço das pálpebras e secreção amarela;
  • Hipersensibilidade nos olhos, e maior sensibilidade à luz do dia;
  • Manchas vermelhas na pele, que inciam na face e que se podem espalhar pelo corpo e, que podem ser confundidas com sarampo;
  • Cansaço físico e mental.
Além destes sintomas, também pode-se observar, com menos frequência, problemas digestivos, como dor no abdômen, náuseas, vômitos, diarreia ou prisão de ventre, aftas e conceira pelo corpo.

Se tem algum destes sintomas, leia: Como saber se está com Zika vírus. 

Como tratar o Zika vírus

O tratamento para Zika vírus é muito semelhante ao da dengue, no entanto, em caso de Zika vírus, o médico pode indicar:
  • Tomar remédios para dor e febre, como Paracetamol ou Dipirona, de 8 em 8 horas;
  • Tomar anti-infamatórios, como Ibuprofeno, de 8 em 8 horas, para diminuir as dores nas articulações e nos músculos;
  • Aplicar um colírio nos olhos 3 a 6 vezes ao dia, como os lubrificantes
  • Usar remédios anti-alérgicos, como Loratadina, Cetirizina ou Hidroxizina.
Além dos remédios, é importante descansar durante 7 dias e fazer uma alimentação rica em vitaminas e minerais, além de beber muita água, para se recuperar mais rápido.Se for o seu bebê que esta com Zika, pode ser um pouco mais complicado identificar os sintomas, sendo por isso necessário ficar bem atenta se o seu bebê chora muito, se mexe muito os seus bracinhos, se a sua pele está vermelha, com manchas ou quente ou se tem os olhos vermelhos e lacrimejando, e o tratamento também é ligeiramente diferente.

Veja como é feito o tratamento em Como tratar do seu bebê com zika.Além disso, os remédios que contém ácido acetil salicílico não devem ser utilizados, assim como ocorre em caso de dengue, porque eles podem aumentar o risco de hemorragias. Veja exemplos de remédios contraindicados nessas duas doenças em: Remédios para dengue.

 Tua Saúde

 INFORNATUS  





quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

O Que é o Câncer ?

Doença não contagiosa,o câncer pode ser definido como um grupo de mais de 100 doenças que se caracterizam pelo crescimento descontrolado de células anormais, chamadas de malignas. Por vezes essas células anormais podem migrar e invadir tecidos e órgãos em diversas regiões do corpo, originando tumores em outros locais. Quando isso ocorre dizemos que houve metástase.

Com uma divisão celular muito rápida e incontrolável, as células cancerosas costumam ser agressivas, determinando a formação de tumores malignos e constituindo um risco de vida para o paciente. Por outro lado, o tumor benigno se caracteriza por ser apenas um acúmulo de células que se dividem muito lentamente, sem causar maiores agressões ao indivíduo.

A maioria dos tipos de câncer tem suas causas ainda desconhecidas, mas 90% dos casos de câncer estão relacionados a fatores ambientais, como cigarro (câncer de pulmão), excesso de sol (câncer de pele), alguns tipos de vírus (leucemia), hábitos alimentares (câncer de mama, câncer de próstata, câncer de esôfago, câncer de estômago, câncer no intestino grosso), alcoolismo (câncer de esôfago, câncer da cavidade bucal), hábitos sexuais (câncer de colo uterino), medicamentos (câncer de bexiga, leucemias, câncer de endométrio), cânceres provocados por exposições ocupacionais, etc.

Pessoas que têm histórico de câncer na família podem ou não desenvolver a doença, mas há alguns tipos de câncer, como o de mama, estômago e intestino, que podem ter influência genética.

A mortalidade de um câncer irá depender de alguns fatores, como: tipo de câncer, rapidez com que suas células se multiplicam, capacidade que o organismo da pessoa tem de combater a doença e a existência de um tratamento eficaz. O câncer de próstata já foi considerado letal, mas, hoje em dia, em razão do progresso com os tratamentos, apresenta até 95% de cura. Atualmente o câncer é a segunda causa mortis no Brasil, perdendo apenas para doenças cardiovasculares. Dentre os diversos tipos de câncer podemos citar: 

*        Câncer de pulmão;
*        Câncer de mama;
*        Câncer de ovário;
*        Câncer no colo do útero;
*        Câncer de colorretal;
*        Câncer anal;
*        Câncer na bexiga;
*        Câncer infantil;
*        Câncer de laringe;
*        Câncer no fígado;
*        Câncer de esôfago;
*        Câncer de estômago;
*        Câncer de fígado;
*        Câncer de boca;
*        Leucemias;
*        Linfomas;
*        Linfoma de Hodgkin;
*        Linfoma não Hodgkin;
*        Câncer no pâncreas;
*        Câncer de pele (melanoma);
*        Câncer de pele (não melanoma);
*        Câncer no pênis;
*        Câncer de próstata;
*        Câncer no testículo;
*        Tumores de Ewing.

O tratamento do câncer irá depender de diversos fatores, como tamanho do tumor, idade do paciente, localização do tumor, tipo das células cancerosas, etc. Em muitos casos, os médicos combinam mais de um tipo de tratamento para combater o câncer.

Se o tumor for localizado, a cirurgia pode ser uma opção de tratamento, que geralmente é utilizada para o câncer de mama, câncer de cólon, câncer de boca, entre outros tipos.

A radioterapia é um tipo de tratamento no qual radiações são utilizadas para destruir as células cancerosas ou impedir que elas se multipliquem. Nesse tipo de tratamento o paciente não sente nada.

A quimioterapia utiliza medicamentos que irão combater o tumor. Na maioria das vezes, estes são aplicados na veia, mas em outros casos podem ser dados via oral ou intramuscular. Uma vez no corpo do paciente, esses medicamentos caem na corrente sanguínea e são levados para todas as partes do corpo, destruindo todas as células que estão causando o tumor e impedindo que elas se espalhem para outras regiões do corpo.

O transplante de medula óssea é feito quando há um câncer maligno que acomete as células sanguíneas.É importante lembrar que muitos tipos de câncer podem ser prevenidos, como o câncer de pele, cânceres causados pelo tabagismo e bebidas alcoólicas e cânceres relacionados à dieta alimentar. Outros tipos de câncer, como o de mama, próstata, cólon, colo de útero, reto, testículo, língua, boca e pele, podem ser detectados no início, quando se faz a prevenção a partir de exames específicos. Lembrando que, quando diagnosticado no início, o câncer tem maiores chances de cura, daí a importância de se fazer o diagnóstico precoce.



 INFORNATUS  






sábado, 30 de janeiro de 2016

Biscoito de Fubá - Culinária Nordestina

Biscoito de Fubá
INGREDIENTES:

500 gramas de fubá
500 gramas de açúcar
500 gramas de manteiga
manteiga para untar
½ litro de leite

MODO DE PREPARAR:

Coloque todos ingredientes numa vasilha, misture-os e sove bem. Forme biscoitos e leve-os para assar em tabuleiro previamente untado com manteiga.

Livro de Receitas 

 INFORNATUS  




 

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

A Melhor e a Correta Posição Para Dormir

Você sabe quais são as piores posições para dormir?
Pois é!
 
Até com isso devemos nos preocupar, já que uma boa noite de sono melhora a saúde do corpo, mente e aumenta o senso de humor.Por outro lado, uma péssima noite de sono pode resultar em ronco, azia, mau humor e até mesmo rugas.
 
Vejamos os prós e os contras das posições em que normalmente dormimos:
 
1. Dormir de barriga para baixo.Não é uma boa ideia, apesar de aliviar o ronco.Ocorre que esta posição achata a curvatura natural da coluna vertebral, causando dor lombar.Além disso, a cabeça fica voltada para um dos lados e isso força o pescoço e pressiona a pele do rosto - acredite, isto pode causar rugas com o passar dos anos!
 
Em resumo, esta não é uma boa posição para dormir.
 


 
 
 
 
2. Dormir de barriga para cima
 
Esta é uma boa posição para a espinha dorsal e pescoço, pois não força nenhuma parte do corpo.Além disso, dormindo assim, você não estará forçando a pele do rosto, evitando o surgimento de rugas.
 
3. Dormir de lado
 
Não é qualquer lado, na verdade.Os médicos aconselham às grávidas - principalmente - que durmam viradas para o lado esquerdo, pois isso melhora a circulação.
 
A vantagem é tanto para a mãe como para o bebê.
 
Se durante a gravidez, a gestante dormir de barriga para cima, vai acabar forçando a coluna sobre a parte inferior das costas.Dormir de barriga para baixo, por razões óbvias, para as futuras mamães, não é uma boa ideia.Agora, se o caso não é de gravidez, a vantagem de dormir para o lado esquerdo é que a gente pode aliviar azia e refluxo ácido.
 
Bom, há mais uma recomendação.
 
O fisioterapeuta Jean Robart, do  Northeast Rehabilitation Hospital, rede de hospitais dos Estados Unidos, diz que o ideal é colocar um travesseiro entre os joelhos para alinhar os quadris e melhorar as articulações.A Associação Americana de Quiropraxia concorda com o dr. Robart e diz que o travesseiro distribui uniformamente o peso do corpo durante a noite, dando uma sensação de conforto até o outro dia pela manhã. 
 
 
Cura Pela Natureza 
 INFORNATUS  

 
 
 

Livro GRÁTIS "Diabetes a Mentira do Século"



 INFORNATUS  





segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

O Que é o Acauã ?

O acauã é uma ave falconiforme da família Falconidae.Conhecido também como macauá, acanã, cuã, cauã, uacanã e macaguá. No perímetro de Linhares (Espírito Santo)e o interior do RJ, alguns moradores chamam esta ave de gavião-cova-caiau, devido a seu chamado/apelo. Em algumas regiões é considerado uma ave de mau-agouro , pela esdrúxula interpretação de seu canto como “Deus-chamou” ,indicando que a morte estaria próxima de vir à quem o escuta . 

Seu canto dá origem ao seu nome “acauã” e é repetido seguidamente durante alguns segundos. No folclore amazonense, diz-se que os gritos do acauã prenunciam a chegada de forasteiros. Já na região do Espinhaço, em Minas Gerais, prenunciam a morte de um conhecido.


Seu nome científico significa: do (grego) herpeton = cobra, serpente, réptil; e _thëras = caçador; e do (latim) cachinnans, cahinnare = gargalhando, gargalhar, que gargalha. ⇒ Caçador de serpentes que gargalha.  

Alimenta-se de lagartos, morcegos e cobras, das quais tornou-se famoso exterminador, apesar de caçar principalmente espécies inofensivas, como a cobra-cipó. Também alimenta-se de parasitas de gado. Faz ninho em cavidades de árvores, aproveitando com menor freqüência o ninho de outros gaviões. Entre os índios esse pássaro é denominado como uira jeropari que significa demônio, e, na época da postura põe os ovos em lugares diversos, que, segundo a lenda, são chocados pelo diabo. 

Comum em bordas de florestas, capoeiras, florestas de galeria, campos com árvores e cerrados. Vive solitário, permanecendo pousado por longos períodos a média altura em árvores isoladas, que ofereçam boa visibilidade. Costuma cantar ao entardecer e ao amanhecer. É comum ver esta ave em galhos de árvore secas.  

Possui três subespécies:
  • Herpetotheres cachinnans cachinnans (Linnaeus, 1758) - ocorre desde a Nicarágua até a Colômbia, nas Guianas, no Peru e na região Central do Brasil;
  • Herpetotheres cachinnans queribundus (Bangs & T. E. Penard, 1919) - ocorre no Leste da Bolívia e Brasil até o Paragua e no Norte da Argentina;
  • Herpetotheres cachinnans chapmani (Bangs & T. E. Penard, 1918) - ocorre das planícies do Norte do México até Honduras.
     
     
    http://www.wikiaves.com.br/acaua
     
     INFORNATUS  

     
     
     
     

sábado, 23 de janeiro de 2016

Frango á Caçadora - Receita Para Regime

INGREDIENTES:

Serve (4 pessoas)
600 calorias cada porção

1Colher de (sopa) de cebola batidinha
1 Xícara de (chá) de leite desnatado
1 Xícara de (chá) de caldo magro
1 frango de 1 quilo e 250 gramas mais ou menos, já limpo
500 gramas de tomates sem peles nem sementes
200 gramas de ervilhas em conserva
½ copo de vinho branco seco
1 macinho de cheiro verde
200 gramas de cenouras
1 dente de alho
óleo para untar
sal

MODO DE PREPARAR:

Cortar o frango em pedaços. Untar uma panela com pouquíssimo óleo, juntar o frango e levar ao fogo brando. Tampar a panela e, quando começar a dourar, regar com o vinho, deixar reduzir à metade e adicionar a cebola, alho socado, cheiro verde, tomates batidinhos, cenouras picadas, sal e caldo. Cozinhar em fogo brando. Uma hora depois, adicionar as ervilhas escorridas, leite e cozinhar mais ½ hora. Quando o frango estiver macio, coar o molho, torne a despejar na panela e apurar.


Livro de Receitas 

 INFORNATUS  




quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Burocracia e Negligência Matam na Paraíba



R$ 23.364,71 esse foi o valor emperrado entre hospital e governo do estado, que levou a óbito um cidadão Paraibano, que já vinha lutando por seus direitos delegados inclusive pelo poder judiciário, na forma de liminar por exatos sete meses. Seu João Batista residente no município de Bayeux, 59 anos havia recebido diagnóstico de um problema renal provocado pelo Diabetes, onde na oportunidade teria sido indicada uma cirurgia de angioplastia ainda em fevereiro de 2015.


Tudo transcorria muito bem, até que familiares foram avisados de que a cirurgia não poderia ser feita pelo SUS, e que o procedimento deveria ser Particular, o seu valor seria de R$ 23.364,71, o que se tornou inviável, por se tratar de um valor, que nem a família nem tão pouco seu João, que era aposentado, pudesse pagar. No entanto em julho de 2015 a família do mesmo, conseguiu judicialmente uma liminar que garantia a realização do procedimento pelo SUS.


A secretaria de Saúde do Estado (SES) foi prontamente notificada, no sentido de efetuar o procedimento, o que infelizmente mesmo após o prazo de oito dias, não havia sido tomada nenhuma providência nesse sentido. A partir dai começou um verdadeiro embate burocrático, entre a instituição hospitalar habilitada a fazer os procedimentos cirúrgicos, e o governo do estado. Embate esse que durou exatos sete meses, até infelizmente culminar com o “homicídio” praticado pela burocracia entre governo do estado, e o hospital particular indicado para fazer a cirurgia. 


 Em matéria publicada no Jornal da Paraíba, o juiz Horácio de Melo presidente da associação dos magistrados em Bayeux, disse que a justiça cumpriu com o seu papel em conceder liminar para ser realizada a cirurgia, e que o poder público que não cumpriu com sua parte, poderá responder processo por ação reparatória em benefício dos familiares de seu João batista. Ou seja, no final das contas é bem provável que a família de seu João receba de indenização, um valor bem superior aos 23 mil que o levou a óbito, advindo exclusivamente daqueles irresponsáveis, que utilizam a burocracia desse País de forma covarde, para emperrar o socorro aos menos favorecidos. 


O caso de seu João não foi o primeiro, e não será o último a ser tratado de forma covarde, por um governo medíocre e por um sistema de saúde falido, que só funciona na teoria, enquanto a população padece e fica a mercê da corrupção e dos maus administradores. Hoje 20/01/2016 foi sepultado o senhor João Batista, vítima da falta de sensibilidade e de um mínimo de compaixão humana. Que esse dia não caia no esquecimento, e que as urnas desse País comecem o mais rápido possível, a mostrar coerência sabedoria e responsabilidade advinda de seu povo.

 INFORNATUS  





terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Jogos Olimpicos: O Que é? E Qual a Origem?

Jogos Olímpicos são um evento multiesportivo global com modalidades de verão e de inverno, em que milhares de atletas participam de várias competições. Atualmente os Jogos são realizados a cada dois anos, em anos pares, com os Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno se alternando, embora ocorram a cada quatro anos no âmbito dos respectivos Jogos sazonais. 

Originalmente, os Jogos Olímpicos da Antiguidade foram realizados em Olímpia, na Grécia, do século VIII a.C. ao século V d.C. No século XIX, o Barão Pierre de Coubertin fundou o Comitê Olímpico Internacional (COI) em 1894. O COI se tornou o órgão dirigente do Movimento Olímpico, cuja estrutura e as ações são definidas pela Carta Olímpica.

A evolução do Movimento Olímpico durante o século XX obrigou o COI a adaptar os Jogos para o mundo da mudança das circunstâncias sociais. Alguns destes ajustes incluíram a criação dos Jogos de Inverno para esportes do gelo e da neve, os Jogos Paralímpicos de atletas com deficiência física e visual (atualmente atletas com deficiência intelectual e auditiva não participam) e os Jogos Olímpicos da Juventude para atletas adolescentes. O COI também teve de acomodar os Jogos para as diferentes variáveis econômicas, políticas e realidades tecnológicas do século XX. Como resultado, os Jogos Olímpicos se afastaram do amadorismo puro, como imaginado por Coubertin, para permitir a participação de atletas profissionais. A crescente importância dos meios de comunicação gerou a questão do patrocínio corporativo e a comercialização dos Jogos.

O Movimento Olímpico é atualmente composto por federações esportivas internacionais, comitês olímpicos nacionais (CONs) e comissões organizadoras de cada especificidade dos Jogos Olímpicos. Como o órgão de decisão, o COI é responsável por escolher a cidade anfitriã para cada edição. A cidade anfitriã é responsável pela organização e financiamento à celebração dos Jogos coerentes com a Carta Olímpica. O programa olímpico, que consiste no esporte que será disputado a cada Jogos Olímpicos, também é determinado pelo COI. A celebração dos Jogos abrange muitos rituais e símbolos, como a tocha e a bandeira olímpica, bem como as cerimônias de abertura e encerramento. Existem mais de 13 000 atletas que competem nos Jogos Olímpicos de Verão e Inverno, em 33 diferentes modalidades esportivas com cerca de 400 eventos. Os finalistas do primeiro, segundo e terceiro lugar de cada evento recebem medalhas olímpicas de ouro, prata e bronze, respectivamente.

Os Jogos têm crescido em escala, a ponto de quase todas as nações serem representadas. Tal crescimento tem criado inúmeros desafios, incluindo boicotes, doping, corrupção de agentes públicos e terrorismo. A cada dois anos, os Jogos Olímpicos e sua exposição à mídia proporcionam a atletas desconhecidos a chance de alcançar fama nacional e, em casos especiais, a fama internacional. Os Jogos também constituem uma oportunidade importante para a cidade e o país se promover e mostrar-se para o mundo.

Os Jogos Olímpicos antigos foram uma série de competições realizadas entre representantes de várias cidades-estado da Grécia antiga, que caracterizou principalmente eventos atléticos, mas também de combate e corridas de bigas. A origem destes Jogos Olímpicos é envolta em mistério e lendas. Um dos mitos mais populares identifica Hércules e Zeus, seu pai, como os progenitores dos Jogos. Segundo a lenda, foi Hércules que primeiro chamou os Jogos "Olímpicos" e estabeleceu o costume de explorá-los a cada quatro anos. A lenda persiste que, após Hércules ter completado seus doze trabalhos, ele construiu o estádio Olímpico como uma honra a Zeus. 

Após sua conclusão, ele andou em linha reta 200 passos e chamou essa distância de estádio (em grego: στάδιον, latim: stadium, "palco"), que mais tarde tornou-se uma unidade de distância. Outro mito associa os primeiros Jogos com o antigo conceito grego de trégua olímpica (ἐκεχειρία, ekecheiria). A data mais aceita para o início dos Jogos Olímpicos antigos é 776 a.C., que é baseada em inscrições, encontradas em Olímpia, dos vencedores de uma corrida a pé realizada a cada quatro anos a partir de 776 a.C. Os Jogos Antigos destacaram provas de corrida, pentatlo (que consiste em um evento de saltos, disco e lança-dardo, uma corrida a pé e luta), boxe, luta livre e eventos equestres. Diz a tradição que Coroebus, um cozinheiro da cidade de Elis, foi o primeiro campeão olímpico.

As Olimpíadas foram de fundamental importância religiosa, com eventos esportivos ao lado de rituais de sacrifício em honra tanto a Zeus (cuja famosa estátua por Fídias estava em seu templo em Olímpia), quanto a Pélope, o herói divino e rei mítico de Olímpia. Pélope era famoso por sua corrida de bigas com o Rei Enomau de Pisatis. Os vencedores das provas foram admirados e imortalizados em poemas e estátuas. Os Jogos eram realizados a cada quatro anos, e este período, conhecido como uma Olimpíada, foi usado pelos gregos como uma das suas unidades de medição do tempo. Os Jogos foram parte de um ciclo conhecido como os Jogos Pan-Helénicos, que incluem os Jogos Píticos, os Jogos de Nemeia, e os Jogos Ístmicos.

Os Jogos Olímpicos chegaram ao seu apogeu entre os séculos VI e V a.C., mas, depois, perderam gradualmente em importância enquanto os romanos ganharam poder e influência na Grécia. Segundo alguns autores, o declínio do espírito olímpico não se inicia no período romano e sim no período helenístico. Uma das causas mais importantes para se compreender esse declínio é a mudança do status de cidadão/soldado para súdito (soldado/profissional ou atleta/profissional). Dessa forma o profissionalismo se realizou como efeito da mudança política e não como a própria causa das mudanças ocorridas do período clássico para o helenístico.

Não há consenso sobre quando os Jogos terminaram oficialmente; a data mais comum, é 393 d.C., quando o imperador Teodósio I declarou que todas as práticas e cultos pagãos seriam eliminados. Outra data é 426 d.C., quando seu sucessor Teodósio II ordenou a destruição de todos os templos gregos. Os Jogos Olímpicos não voltaram a ser realizados novamente até o final do século XIX.



 INFORNATUS  




domingo, 17 de janeiro de 2016

Primeiros Socorros Para Uma Pessoa Com Derrame Cerebral Usando Uma Agulha

Uma agulha pode salvar a vida de um paciente que está tendo um acidente vascular cerebral (AVC), o popular derrame.Isso é o que garante uma técnica herdada da milenar medicina chinesa.Tem muito artigo por aí na internet dizendo que esta técnica não funciona, que é um absurdo, uma mentira.

No entanto, esses artigos foram escritos por pessoas sem nenhum conhecimento sobre medicina chinesa.A sangria periférica é um dos mais antigos procedimentos de um dos ramos da medicina chinesa – a acupuntura.Para um ocidental não iniciado, esta terapia pode parecer estranha e sem fundamento. 

Mas o agulhamento em pontos periféricos do corpo (como os dedos) é explicado como um método de se ajustar o fluxo de qi nos vasos.Os estudiosos da medicina chinesa acreditam que algumas gotas de sangue saindo de um ou mais pontos periféricos têm efeitos significativos.Enfim, antes de criticar, leia, estude, e não se baseie na medicina ocidental.Esta técnica pertence a outra medicina, muito mais antiga e com mais de 5 mil anos.Além do mais, não é para substituir o auxílio médico.
É para usar enquanto esse auxílio não chega.
 
E que mal fará um simples furo de agulha nos dedos?
Quando alguém está sofrendo um acidente vascular cerebral, são necessários primeiros socorros de emergência.Deve-se procurar um médico imediatamente.Enquanto o auxílio não chega, estas dicas herdadas da antiga medicina chinesa podem ajudar:
 
1. Segure a agulha no fogo para esterilizá-la e usá-la para picar a ponta de todos os 10 dedos.
Não há necessidade de perfurar um ponto específico  (como na acupuntura); deve-se fazer apenas um furinho a poucos milímetros da unha.

2. Realize os furos de modo que o sangue saia.

3. Se o sangue não começar a sair, aperta a área para que ele possa fluir.
 
4. Quando todos os 10 dedos começarem a sangrar, espere alguns minutos e você vai ver que a vítima pouco a pouco melhorará.
 
5. Se a boca da vítima estiver deformada ou torcida, massageie as orelhas dela até que fiquem vermelhas, para que o sangue possa chegar a elas.
 
6. Em seguida, fure a parte mais macia das orelhas com a agulha, até cair duas gotas de sangue de cada uma.Poucos minutos depois, a boca não estará mais deformada. 
 
7. Mesmo a vítima retornando ao normal, leve-a para ser atendida e examinada em uma emergência.Esta técnica, apesar de tão simplória, é muito séria, pois vem de uma medicina com mais de 5 mil anos de existência.Mas, repetimos, é para ser usada em casos de suspeita de derrame apenas enquanto o atendimento médico não chega.

Esse Tratamento não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico!


Receitas Naturais
 INFORNATUS